Após empate e eliminação das equipes, torcedores invadem gramado

Cenas tristes no interior de Minas. Uberaba e Mamoré empataram na tarde deste sábado em 2 a 2, no Estádio Uberabão, no Triângulo Mineiro, pela última rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro. O resultado eliminou as duas equipes, que não conseguiram o acesso à elite estadual em 2017 – Democrata GV e América TO subiram.

Após o jogo, um tumulto teve início dentro de campo. Torcedores das duas equipes invadiram o gramado, começaram a se agredir com barras de ferro retiradas da grade que dá acesso ao campo e deram início a uma confusão generalizada envolvendo as duas torcidas.

A Polícia Militar usou gás de pimenta para controlar a situação, e pessoas passaram mal ao inalarem o produto. A situação foi contornada com a presença do pelotão de choque. As vidraças do vestiário usado pelo Mamoré, time visitante, foram quebradas.

O supervisor de futebol do Mamoré, Morais Martins, foi ferido na cabeça e precisou de atendimento médico. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pelo Corpo de Bombeiros e informou que ao menos cinco pessoas ficaram feridas e necessitaram de atendimento.

O árbitro da partida, Ricardo Marques Ribeiro, presenciou o ocorrido do gramado para registrar os acontecimentos.

– Vamos observar para poder narrar com tranquilidade os fatos que ocorreram agora à noite. A gente fica triste que isso tenha ocorrido. Vamos narrar os fatos com tranquilidade na súmula e posteriormente enviar ao Tribunal de Justiça Desportiva para as providências cabíveis – disse à Rádio Clube de Patos de Minas.

O goleiro Giuliano, do Uberaba, foi um dos que ajudaram a separar a confusão e tirar os feridos de campo. Ele disse que não há justificativa para esse tipo de reação.

– Não precisa disso. Futebol são três resultados: empate, vitória ou derrota. Acabou para os dois. Acabou para muitos times nos outros anos. Infelizmente, acabou. Algumas pessoas acham que por isso precisam partir para a violência. Futebol não é mais assim. Então a gente desanima do futebol brasileiro por causa disso.

FONTEGloboEsporte.com
COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook