18/05/16. Credito: Rodrigo Clemente/EM/D.A/Press. Brasil. Belo Horizonte - MG. Arena Independencia. Atletico-MG x Sao Paulo, Copa Libertadores 2016. primeiro gol do Sao Paulo, Maicon.

O sonho do bicampeonato da Copa Libertadores acabou para o Atlético nesta quarta-feira. O time até chegou a abrir 2 a 0 em 11 minutos de jogo, mas viu o São Paulo diminuir o placar pouco tempo depois e não conseguiu reagir para fazer mais um gol. Apesar da vitória por 2 a 1, no Independência lotado, o Galo foi eliminado nas quartas de final pelo gol qualificado dos paulistas, que venceram no Morumbi por 1 a 0 e avançaram às semifinais.

Cazares abriu o placar aos seis minutos, enquanto Carlos ampliou aos 11. Mas o zagueiro Maicon marcou para o São Paulo aos 14 e acabou com a festa atleticana.

Com a eliminação, a torcida do Atlético viu se repetir a decepção da queda na Libertadores de 2014, quando não conseguiu reverter a derrota no jogo de ida e foi eliminado em casa pelo Atlético Nacional. A equipe colombiana veio com a vantagem de 1 a 0 de Medellín e arrancou no final um empate por 1 a 1 no Horto, despachando os mineiros nas oitavas de final.

Agora, o Atlético volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, às 11h, o time alvinegro vai até Curitiba para enfrentar o Atlético-PR, na Arena da Baixada, pela segunda rodada.

O jogo

A partida começou eletrizante. Como sempre faz no Independência, o Atlético partiu para cima e abriu o placar logo aos seis minutos. Marcos Rocha bateu cruzado no ângulo, Denis fez bela defesa e a bola sobrou limpa para Cazares, que finalizou para o gol. A bola ainda pegou no goleiro antes de entrar.

O time alvinegro aumentou a pressão em busca do segundo gol, que saiu cinco minutos depois. Douglas Santos recebeu na esquerda e cruzou na cabeça de Carlos que testou forte no canto do goleiro: estava pulverizada a vantagem são-paulina.

Mas a festa atleticana durou apenas três minutos, quando o São Paulo diminuiu. Kelvin cobrou escanteio na pequena área, Victor saiu mal e Maicon cabeceou para as redes.

O Atlético tentou responder, mas parou na trave. Lucas Pratto subiu mais do que a defesa do São Paulo e testou no poste. Na sequência, os jogadores alvinegros reclamaram de um pênalti não marcado em Léo Silva, que teria sido agarrado dentro da área. O Tricolor quase empatou com Calleri, mas Victor fez grande defesa. No fim do primeiro tempo, o time paulista também acertou a trave assustando a torcida no Horto.

No segundo tempo, o Atlético voltou pressionando novamente e criou algumas chances, mas o São Paulo conseguia segurar o ímpeto dos mineiros. Na medida em que o tempo passava, o Galo ficava mais nervoso e as jogadas não saíam. Em um suspiro de inspiração de Clayton, o atacante invadiu a área, driblou o marcador, mas bateu para fora.

No último minuto, o Atlético teve a chance para fazer o gol da classificação em uma falta marcada próximo à risca da área. Mas Lucas Pratto mandou por cima.

Atlético 2 x 1 São Paulo

Atlético: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete, Eduardo (Dátolo), Cazares, Patric (Clayton) e Carlos (Carlos Eduardo); Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre

São Paulo: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes (Wesley); Kelvin, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos (Matheus Reis); Calleri (Alan Kardec). Técnico: Edgardo Bauza

Motivo: jogo de volta – quartas de final da Copa Libertadores

Data: 18 de maio de 2016, quarta-feira, às 21h45

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Cazares (6’/1ºT), Carlos (11’/1ºT), Maicon (14’/1ºT)

Cartão Amarelo: Michel Bastos, Maicon (São Paulo); Eduardo, Leandro Donizete, Leonardo Silva (Atlético)

Cartão Vermelho: Leandro Donizete (Atlético)

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

Auxiliares: Carlos Pastorino (URU) e Horácio Ferreiro (URU)

Comentários no Facebook