27/11/2016. Credito: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press. Brasil. Belo Horizonte - MG. Lance do jogo de futebol entre Atletico-MG e Sao Paulo, valido pela 37 rodada do Campeonato Brasileiro Serie A, realizado no estadio Independencia. Na foto, primeiro gol do Sao Paulo, Maicon.

Em primeiro jogo após a demissão do técnico Marcelo Oliveira, o Atlético foi derrotado pelo São Paulo, de virada, por 2 a 1, neste domingo, no Independência, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a proximidade da decisão da Copa do Brasil, diante do Grêmio, na quarta-feira, em Porto Alegre, o treinador interino do Galo, Diego Giacomini, poupou todos os titulares e viu o time perder as chances de conquistar a vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores da América via Série A. O Alvinegro abriu o placar com Hyuri, aos 22 minutos. Maicon, logo em seguida, empatou para o Tricolor em bela cobrança de falta. O castigo do time, que voltou a sofrer com os contra-ataques, chegou aos 45 minutos da etapa final, com o gol de Gilberto.

Com o resultado negativo em casa, o Atlético fica na quarta colocação do Brasileiro, com 62 pontos. Já classificado à Copa Libertadores, a equipe atleticana não tem mais possibilidade matemática de chegar ao G-3, que dá vaga direta à fase de grupos. Palmeiras, campeão brasileiro, Flamengo e Santos ficam com as vagas. O São Paulo sobe para o 11º lugar, com 49 pontos.

Na próxima rodada, a de encerramento do Campeonato Brasileiro, o Atlético visita a Chapecoense, no domingo seguinte, às 17h, na Arena Condá. Antes, o Galo tem o difícil desafio de reverter a vantagem do Grêmio na final da Copa do Brasil – precisa de dois três gols de diferença para ser campeão sem a disputa de pênaltis. Já o São Paulo termina a participação na competição em confronto com o Santa Cruz, no Morumbi, no mesmo dia e horário.

Galo leva empate e sofre com contra-ataques

O São Paulo tomou a iniciativa e criou as primeiras chances de gol no primeiro. Aos quatro minutos, Cueva cobrou falta na entrada da área, a bola passou pela barreira, foi em direção ao ângulo direito de Giovanni, e saiu com muito perigo. Logo na sequência, o Tricolor atacou pelo lado esquerdo com Chavez. O atacante argentino tentou o cruzamento, que acabou interceptado por Patric, dentro da área. Os jogadores do time paulista cobraram a marcação de pênalti por toque na mão do atleticano, mas o árbitro não assinalou irregularidade no lance.

Com o time repleto de reservas, o Atlético não apresentou efetividade nas jogadas ofensivas e ficou preso na marcação são-paulina. No entanto, a equipe alvinegra conseguiu abrir o placar aos 22 minutos, com Hyuri, após boa jogada de. Carlos Eduardo. O meia avançou pela direita, ajeitou a bola para a perna esquerda e cruzou para a área. O atacante subiu mais que o goleiro Renan Ribeiro e mandou para as redes, de cabeça: 1 a 0.

A alegria atleticana no Independência durou apenas dois minutos. Em cobrança de falta, desta vez mais afastada da grande área, o zagueiro Maicon bateu com perfeição e atingiu o ângulo direito de Giovanni, marcando um golaço: 1 a 1.  Aos 27 minutos, o Tricolor teve a chance de virar a partida, depois de rápido contra-ataque. David Neres fez belo lançamento da defesa para a intermediária e encontrou Chavez. O atacante disparou, ganhou da defesa em velocidade, invadiu a área do Galo e bateu forte. Mas Giovanni saltou no canto esquerdo e salvou o gol.

Aos 39 minutos, o São Paulo teve outra grande oportunidade para marcar o segundo gol. Em outra jogada rápida de contra-ataque, Cueva cruzou rasteiro para a área, e Giovanni cortou. No rebote, Neres bateu, e a bola travou na zaga. Luiz Araújo ficou com a sobra e finalizou, mas o goleiro alvinegro apareceu novamente e evitou que a bola entrasse. No fim da etapa, Renan Ribeiro sofreu uma lesão na mão e precisou ser substituído por Denis.

Contra-ataque mortal define vitória tricolor

O Atlético voltou mais agressivo para o segundo tempo e criou duas boas chances. Aos 8 minutos, Lucas Cândido arriscou um chute forte de fora da área. Denis saltou no canto esquerdo e fez boa defesa. Na sequência, Hyuri aproveitou cruzamento de Patric para a área, desviou de cabeça, e a bola saiu com perigo à esquerda.

Com o setor defensivo do Galo melhor posicionado em relação ao primeiro tempo, o São Paulo teve mais dificuldades para chegar à área adversária, mas conseguiu assustar novamente, aos 14 minutos. Chavez recebeu cruzamento de Cueva, fechou na segunda trave e, livre de marcação cabeceou para baixo. A bola tocou no gramado, subiu e bateu caprichosamente no travessão.

Pouco acionado durante o jogo, Fred reclamou que toque de mão de defensor do São Paulo após finalização dentro da área. O árbitro mandou o lance seguir. Pouco tempo depois, o centroavante participou de boa jogada, mas preferiu finalizar ao invés de tocar para Hyuri, livre de marcação, e desperdiçou a chance. Dois minutos depois, o camisa 9 acabou substituído por Thalis.

O jogo esfriou nos momentos finais. O Galo se acomodou e pagou caro ao voltar a dar brechas para o contra-ataque tricolor.  Aos 45 minutos, Cueva avançou pela intermediária e tocou para Robson. O atacante manteve a velocidade e rolou a bola para o meio da área. Gilberto apareceu e completou para o gol: virada são-paulina no Horto, por 2 a 1.

FONTESuperesportes
COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook