BRASILEIRÃO /AMERICA X ATLETICO-MG - ESPORTES - Robinho comemora gol durante a partida entre América e Atlético MG, válida pelo Campeonato Brasileiro 2016, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (26). 26/06/2016 - Foto: YURI EDMUNDO/ELEVEN

O Atlético conseguiu a primeira vitória em um clássico nesta temporada ao derrotar o América por 1 a 0 neste domingo, no Estádio Independência, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da partida foi marcado por Robinho, aos 3 minutos da etapa inicial. Há seis confrontos o Galo não vencia o Coelho, sendo dois resultados positivos do time alviverde e quatro empates.

Apesar da derrota, o América foi melhor na maior parte do jogo, mesmo que sem fazer uma grande atuação. A exceção foram os minutos iniciais, quando o Galo abriu o marcador. Depois, o  time alviverde seguiu mais ofensivo e obrigou Victor a fazer boas defesas.

No segundo tempo, o Coelho seguiu sendo superior, mas esbarrava na ineficiência ofensiva. O Atlético chegou com perigo uma vez e só não fez o segundo porque João Ricardo salvou.

Com o triunfo, o Atlético sobe para a 7ª posição, com 16 pontos, enquanto o América segue na lanterna, com 11. Agora, o Coelho enfrenta o Corinthians nesta quarta-feira (29), às 21h45, no Horto. Já o Galo recebe o Botafogo na quinta, às 21h, no Mineirão.

O jogo

A bola pouco rolou e o Atlético logo abriu o placar. Aos três minutos, Sueliton afastou mal um lançamento de Marcos Rocha e a bola sobrou para Clayton, que tocou para Robinho invadir a área e tocar no canto inferior esquerdo de João Ricardo.

O Galo seguiu melhor nos minutos iniciais, com a dupla Rocha/Clayton tendo boas descidas pela direita e incomodando a defesa americana. Mas a supremacia alvinegra durou pouco e foi insuficiente para criar novas chances de gol.

O América cresceu no jogo, conseguiu pressionar. Aos 12 minutos, Jonas chutou forte e a bola passou com perigo, à esquerda de Victor. Depois foi a vez de Osman soltar a bomba e o goleiro atleticano espalmar.

O maior volume de jogo dos americanos, entretanto, não resultou em gol. Por outro lado, o Atlético perdeu poder de criação e o jogo ficou estacionado no meio campo. Mas Victor ainda precisou trabalhar na etapa inicial. Alan Mineiro chutou rasteiro de fora da área e o arqueiro saltou para buscar no canto direito.

O Coelho seguiu melhor no segundo tempo, com mais presença no campo ofensivo, mas sem eficácia. O Atlético ficou na defesa e os dois goleiros observavam tranquilamente o toque de bola entre os dois times.

Com o América ganhando o meio-campo, Marcelo colocou Dátolo e Patric nos lugares de Robinho e Clayton, mas não surtiu efeito. Do outro lado, Sérgio Vieira promoveu as entradas de Juninho e Borges nas vagas de Guerreiro e Alan Mineiro. Depois, ainda tirou Danilo para a entrada de Tiago Luis.

Em meio a um jogo morno, o lance empolgante veio somente aos 30 minutos, quando Cazares cruzou da ponta direita e Fred pegou de primeira, obrigando João Ricardo a fazer uma defesa sensacional. A bola ainda tocou na trave.

América x Atlético

América: João Ricardo; Jonas, Sueliton, Adalberto e Ernandes; Leandro Guerreiro (Juninho), Claudinei, Alan Mineiro (Borges) e Danilo (Tiago Luis); Osman e Victor Rangel. Técnico: Sérgio Vieira

Atlético: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso e Cazares; Clayton (Patric), Robinho (Dátolo) e Fred (Eduardo). Técnico: Marcelo Oliveira

Gol: Robinho (3’/1ºT)

Cartões amarelos: Danilo e Adalberto (América) Clayton e Marcos Rocha (Atlético)

Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 26 de junho de 2016, domingo, às 11h

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)

Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Rodrigo Henrique Correa (Fifa/RJ)

Público: 9.516

Renda: R$ 231.040,00

COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook