Câmara Municipal de Valadares realiza cortes e economiza mais R$ 1,7 milhão em seis meses

A Câmara Municipal de Valadares economizou mais R$ 1.700 milhão. No comparativo entre os períodos de 2015 a 2.016 a economia total com as despesas de custeio da Câmara foi de R$1.740.531,33.

O custeio da Câmara Municipal compreende gastos com pagamento de funcionários, assessores de vereadores, subsídios de vereadores, combustível, manutenção de veículos, diárias de viagens, material para homenagens, serviços e manutenção de processamento de dados, serviços de publicidade e propaganda, aporte financeiro ao Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos Municipais – IPREM, material de consumo como papel, canetas, tinta e etc.

A economia realizada foi porque houve um rígido controle dos gastos e também da consciência e compreensão dos vereadores com relação aos gostos do dinheiro público.
As verbas indenizatórias para manutenção dos gabinetes dos 21 vereadores foi cortada de R$ 2 mil para R$ 1 mil mensais. Além do corte das verbas indenizatórias houve também uma significativa economia ocasionada pela redução desses gastos por parte de cada um dos vereadores a economia foi de R$271.437,00, na Publicidade e Propaganda houve um corte de R$ 87.659,39. Com serviços de internet o contrato anterior era de R$62.425,80 e caiu para R$ 1.667,96. Diárias de vereadores de R$61.725,00 caiu para R$31.190,00.

De janeiro a julho de 2.016 a folha de pagamento com os 39 funcionários contratados consumia R$ 183 mil por mês. Em julho foram dispensados 11 contratados o que gerou uma economia de R$290 mil. Em outubro, mais 7 servidores contratados foram dispensados produzindo uma economia de R$126 mil. No total a contenção de gastos com pessoal produziu nesses últimos seis meses do ano uma economia de mais de R$ 417 mil.
Todas estas medidas foram motivadas pela ação responsável dos vereadores nos gastos do dinheiro público.

Comentários no Facebook