Carimbou! Democrata é campeão do Módulo-II 2016

O Democrata-GV empatou por 0 a 0 com o América de Teófilo Otoni, no estádio Mamudão, em Governador Valadares e conquistou o título do Campeonato Mineiro do Módulo-II 2016. A Pantera subiu juntamente com o próprio América, já que houve o empate em Uberaba, entre Uberaba e Mamoré: 2 a 2.

Uma rodada de teste para cardíaco no Campeonato Mineiro do Módulo-II. Três partidas válidas pela 10ª e última rodada do Hexagonal Final da competição. A certeza era uma só: de Governador Valadares sairia o campeão e consequente uma das vagas para à elite.

Cinco equipes foram à campo com chances do acesso: Democrata-GV, América-TO, Uberaba, Mamoré e Nacional de Muriaé. O CAP de Uberlândia era a única equipe que já não aspirava mais nada no campeonato.

O JOGO

O primeiro lance do jogo foi do Democrata, com o zagueiro Álvaro mandando a bola pra fora com apenas 2 minutos de jogo. O time mandante começou arriscando ao campo de ataque, logo nos primeiros minutos de partida. A Pantera pressionava, conseguindo três escanteios nos primeiros cinco minutos.

O Democrata, contando com o forte apoio de seus torcedores, que lotaram o estádio Mamudão, teve o maior volume de jogo nos 10 minutos iniciais do primeiro tempo. Com o lateral-direito Bruno Paraíba, o Democrata criava as principais jogadas da Pantera do Leste de Minas. O atleta muito acionado.

O time armado pelo técnico Eugênio Souza não estava disposto a dar sopa para o azar e mostrava um grande poderio ofensivo. Já o América, do técnico Gilmar Estevam, adotava uma postura defensiva, na tentativa de explorar o contra-ataque.

Sabendo da importância de conseguir o resultado positivo para não depender de nenhuma outra combinação, o América acordou nos últimos 15 minutos de jogo e passou a pressionar a Pantera, porém, o primeiro tempo não saiu do empate por 0 a 0. O árbitro Cleisson Veloso encerrou a primeira etapa sem acréscimos.

No segundo tempo, o jogo começou a todo vapor. O América foi o primeiro a chegar com perigo ao campo de ataque. O Democrata respondeu em jogada de Tiago Cavalcante, que lançou Henrique  e, no chute, a bola passou próxima a meta adversária. Uma partida tensa na etapa final. O empate persistia: 0 a 0.

O Uberaba vencia no estádio Uberabão e conseguia a vaga juntamente com a Pantera, o que levou o técnico Gilmar Estevam a mexer na equipe de Teófilo Otoni. O treinador colocou o time mais ofensivo com a saída de Luizinho e a entrada de Rodrigo Barata.

O segundo tempo de jogo tenso, disputado e duas expulsões em fração de 4 minutos. O primeiro time a perder jogador foi o Democrata, com Edinho recebendo o cartão vermelho depois de simular uma falta. O atleta que já havia recebido o cartão amarelo no primeiro tempo. Não demorou muito e Célio Lima foi expulso pelos lados do América. O jogador que havia levado o primeiro amarelo do jogo.

Uma rodada com um verdadeiro revezamento no placar dos jogos. O Democrata mantinha o empate e colocava a mão na taça, enquanto que, o América de Teófilo Otoni também comemorava com o empate entre Uberaba e Mamoré por 2 a 2, no estádio Uberabão. Tensão total no Mamudão. Os torcedores do Democrata cantavam apoiando e incentivando a equipe.

No final, o jogo em Governador Valadares terminou mesmo sem abertura do placar e ambas as equipes comemoraram. O Democrata fez a festa juntamente com sua torcida, já o América precisou de aguardar os instantes finais no Uberabão – o jogo havia começado com atraso. Quando terminado o duelo no Triângulo Mineiro, os torcedores do time de Teófilo Otoni também fizeram a festa do acesso.

O Democrata-GV termina o Hexagonal Final como campeão com 17 pontos ganhos; o América de Teófilo Otoni em segundo lugar com 15; o Nacional de Muriaé em terceiro com 14, juntamente com o Uberaba. Em quinto, o Mamoré com 13 pontos ganhos, e na última colocação o CAP Uberlândia com 6 pontos ganhos.

EM UBERABA: UBERABA 2 X 2 MAMORÉ

No Uberabão, Uberaba e Mamoré empataram pelo placar de 2 a 2. Jonathan Reis colocou o Mamoré em vantagem, logo aos 12 minutos de partida, assustando o torcedor colorado, que compareceu em grande número para apoiar a equipe. Mas, o time do Triângulo Mineiro foi em busca do resultado e virou a partida. O artilheiro Douglas Esquilo mandou pra rede aos 26 minutos – igualando -, e Felipinho – aos 29 minutos ainda da etapa inicial anotou o segundo. O Uberaba estava em vantagem, mas, o Sapo de Patos de Minas não se entregava, sonhando ainda com a vaga do acesso. Até que, Bruno colocou a bola na rede aos 13 minutos da etapa final, empatando para o Mamoré. As duas equipes tentaram o gol, que poderia garantir a vaga para a primeira divisão, mas, acabaram ficando ambas pelo meio do caminho.

EM MURIAÉ: NACIONAL DE MURIAÉ 5 X 1 CAP DE UBERLÂNDIA

Em Muriaé, o Nacional goleou o CAP Uberlândia por 5 a 1. Mário colocou o CAP em vantagem. O NAC foi atrás para reverter o placar adverso e conseguiu a virada com dois gols de Danilo. Ricardo, Adiel e novamente Danilo complementaram para a equipe de Muriaé.

COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook