Casal é preso por estelionato durante operação em Governador Valadares

Dupla presa em flagrante ostentava vida de luxo nas redes sociais. PC apreendeu cartões, cheques, relógios e carro avaliado em R$ 130 mil.

Foto: Divulgação Polícia Civil

Um rapaz de 27 anos e uma moça de 21 anos foram presos nesta terça-feira (8) durante a “Operação Jactância”, realizada da Polícia Civil em Governador Valadares (MG). Segundo a delegada, Juliana Fiúza, o casal de namorados vai responder por associação criminosa, lavagem de dinheiro, estelionato e falsificação.

As investigações começaram há cerca de quatro meses, e a PC cumpriu quatro mandados de busca e apreensão em quatro residências, sendo que em duas foram apreendidos materiais que comprovavam o ato criminoso dos suspeitos; eles foram presos em flagrante. Os outros dois suspeitos continuarão a ser investigados, pois a Polícia não descarta a participação de mais pessoas no esquema.

Foto: Divulgação Polícia Civil
Foto: Divulgação Polícia Civil

Na casa da moça de 21 anos foram apreendidos diversos cartões de crédito, talões de cheque, máquina de clonar cartão e diversos cartões em branco. Na residência do rapaz, de 27, foi apreendido um carro de luxo avaliado em R$ 130 mil, além relógios e óculos de marcas caras. Para a delegada, esses produtos podem ter sido adquiridos com o resultado da fraude cometida pelo casal.

Casal vivia uma vida de luxo. (Foto: Divulgação Polícia Civil)
Casal vivia uma vida de luxo. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

“Os relógios, óculos, provavelmente são produtos comprados com dinheiro fruto do crime e, possivelmente, representam uma lavagem de dinheiro. Pelas redes sociais era demonstrada essa ostentação, uma vida de luxo. Eles viviam se expondo nas redes sociais. Eles foram ouvidos e falaram a versão deles, a moça disse que esses cartões eram possivelmente para a clonagem”, disse Juliana Fiúza.

Ainda de acordo com a delegada, na casa do rapaz os policiais civis detectaram ainda uma violação no lacre do relógio de energia elétrica, indicando furto qualificado de energia, pelo qual o suspeito também foi autuado em flagrante.

Cada um pode pegar até 16 anos de prisão.

FONTEG1
COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook