Viatura do Corpo de Bombeiros atinge cavalo na BR-116 em Governador Valadares

Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros

Uma viatura do Corpo de Bombeiros se envolveu em um acidente com um cavalo que estava solto na BR-116, na noite desta quinta-feira(3) em Governador Valadares (MG).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a viatura se deslocava para realizar um atendimento no bairro Sertão do Rio Doce, na BR 116. Quando o animal invadiu a pista e acabou sendo atingido pela viatura.

Com o acidente a viatura ficou danificada impedindo o atendimento da ocorrência, e outra equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada. Nenhum passageiro ficou ferido, e o animal morreu no local.

Deixar animais soltos na pista, além de ser um ato irresponsável, também é crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A responsabilidade por manter o animal fora das ruas e rodovias é do proprietário.

Acidentes envolvendo animais soltos:

Não são poucos os registros de acidentes envolvendo animais que circulam livremente nas rodovias da região, este é o segundo acidente nesta semana envolvendo animais soltos na pista.

Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros
Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros

Na última segunda-feira(29), ocorreu um acidente envolvendo um carro e um cavalo na BR 116 km 420 no bairro Atalaia, também em Governador Valadares (MG), onde um dos ocupantes do veículo sofreu ferimentos leves, além dos prejuízos de bens materiais.

Segundo o Corpo de Bombeiros muitas vezes torna-se difícil identificar os proprietários desses animais, dificultando a atuação do órgão fiscalizador. O risco é ainda maior para motociclistas e ciclistas que são menos protegidos, devido à própria estrutura dos respectivos meios de transporte. A principal arma para diminuir o número de animais nas ruas continua sendo a conscientização de seus proprietários.

COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook