Comitê Rio 2016 confirma Valadares como rota do revezamento da tocha olimpica

Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 vai passar por 329 cidades de todos os estados do Brasil e unir o país em torno dos Jogos. Governador Valadares receberá a Chama Olímpica dia 11 de maio

Divulgação da Tocha Olimpica 2016

Os Jogos Rio 2016 vão tomar as ruas de todo o Brasil e, especificamente de Governador Valadares no dia 11 de maio, quando a Tocha Olímpica passará e pernoitará na cidade. A partir do dia 3 de maio, o Revezamento da Tocha vai percorrer o país, em 95 dias. São 329 cidades das cinco regiões que receberão a visita da Chama Olímpica. A rota do Revezamento da Tocha ligará o Brasil de norte a sul, confirmando o compromisso de envolver a população com os Jogos e levar o espírito Olímpico a todos os cantos do país.

         Ontem (24), Governador Valadares foi anunciada oficialmente como parte integrante do Revezamento da Tocha Olímpica.São 246 novas cidades que se juntam as 83 que serão os destinos finais da Chama Olímpica em cada dia do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016. Lugares especiais como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina, Lençóis Maranhenses, entre outros, estão na rota da Chama. “Será um orgulho para o nosso município receber a Tocha Olímpica. Governador Valadares será vista em um evento positivo. Será um momento único, já que nem tão cedo teremos uma Olimpíada no Brasil. Vamos preparar uma recepção bem participativa e emocionante!”, comemora a prefeita Elisa Costa.

         Foram conhecidos também os primeiros condutores da Tocha Olímpica. A judoca Erika Miranda, representando todos os atletas brasileiros, é o primeiro nome apresentado pelo Comitê Rio 2016. Erika, medalhista de ouro no Jogos Pan-Americanos de Toronto-2015,foi modelo por um diaao desfilar nesta quarta-feira com o uniforme oficial dos condutores. Integrantes da Força Nacional apresentaram os trajes que serão utilizados pelos corredores de apoio e, um funcionário do Comitê Rio 2016,o da equipe de trabalho.

Informações gerais:

  • O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 vai percorrer 329 cidades do Brasil em 95 dias, alcançando 90% da população do país em todos os 26 estados do Brasil, além do Distrito Federal.
  • Lugares especiais como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina, as Ruínas de São Miguel das Missões, Inhotim, Chapada dos Guimarães, Lençóis Maranhenses, entre outros, também estão na rota da Chama Olímpica.
  • #ChamaGeral é a campanha digital de engajamento do Comitê Rio 2016 para o Revezamento da Tocha Olímpica. As ações serão realizadas no ambiente digital com o objetivo de mostrar a essência, o calor e a diversidade dos brasileiros. A ideia é atrair os brasileiros para a rua, mostrar a multiplicidade cultural, natural e popular do povo.
  • Os primeiros 16 privilegiados condutores da Tocha Olímpica foram anunciados. A judoca Erika Miranda, representando todos os atletas brasileiros, é o primeiro nome apresentado pelo Comitê Rio 2016.
  • A lista dos condutores conta também com a ex-ginasta Laís Souza, a jogadora de vôlei e bicampeã Olímpica Fabiana, o jovem arqueiro indígena Gustavo dos Santos, o cantor Di Ferrero e o youtuber Lucas Rangel convidados da Coca-Cola; o nadador paralímpico Clodoaldo Silva, a velejadora Isabel Swan, o paracanoísta Caio Ribeiro, a medalhista olímpica Adriana Behar e o ultramaratonista Weimar Pettengill, escolhidos pela Nissan.
  • O instagramer Pedro Henrique, o músico e pedagogo paulistano Paul Lafontaine, a diretora de uma equipe de pessoas com deficiência Tereza Elina de Castro, o medalhista olímpico Gustavo Borges e a ex-tenista Maria Esther Bueno, indicados pelo Bradesco;
  • A 361° é a fornecedora dos uniformes que serão utilizados no Revezamento. O design das peças foi desenvolvido pelo Comitê Rio 2016 em parceria com a marca de material esportivo.
  • Predominantemente branco, o uniforme dos condutores da Tocha Olímpica representa a paz e a união entre as diferentes culturas regionais e os povos do mundo, presentes na diversidade da população brasileira. O amarelo simboliza a Chama Olímpica e, ao lado do verde, homenageia as principais cores da bandeira do Brasil.
  • Serão produzidas cerca de 65 mil peças, entre uniformes para condutores, corredores de apoio e equipe de trabalho.
  • A tradicional cerimônia de acendimento da Chama Olímpica na cidade grega de Olímpia, berço dos Jogos da Antiguidade, será realizada em 21 de abril ao meio-dia.
  • O Revezamento da Tocha Rio 2016 no Brasil começará por Brasília, no dia 3 de maio.
  • A Chama percorrerá cerca de 20.000 quilômetros por estradas brasileiras e 10.000 milhas aéreas no trecho ao Norte e Centro-Oeste, entre Teresina e Campo Grande.
  • A viagem se encerrará no dia 5 de agosto de 2016, quando o último condutor da Tocha acenderá a Pira Olímpica durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos, no Estádio do Maracanã.
  • Serão 12.000 condutores da Tocha. Ao longo dos próximos meses, o Comitê Organizador dos Jogos e os Patrocinadores Oficiais do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, Coca-Cola, Nissan e Bradesco, anunciarão os demais selecionados que terão o privilégio de conduzir a Tocha Olímpica.

A chama Olímpica

Os gregos da Antiguidade consideravam o fogo um elemento divino e mantinham chamas perpétuas acesas em frente a seus principais templos, como no santuário de Olímpia, onde aconteciam os Jogos Olímpicos da Antiguidade. A chama era acesa usando os raios do sol, para assegurar sua pureza, e uma skaphia, espécie de espelho côncavo que converge os raios para um ponto específico. Na Era Moderna, essa mesma cerimônia é reproduzida em Olímpia, onde a chama é acesa em frente ao Templo de Hera meses antes do início de cada edição dos Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno.

O Revezamento da Tocha Olímpica

O Revezamento da Tocha Olímpica é inspirado em duas tradições da Grécia Antiga. Na primeira, corridas de revezamento da tocha eram organizadas em Atenas como tributo a certos deuses. O primeiro participante a chegar ao altar do deus da corrida ganhava a honra de acender o fogo em sua homenagem.

A segunda tradição envolvia mensageiros viajando por cidades da Grécia para anunciar a data exata dos Jogos. Eles convidavam os cidadãos a ir até Olímpia e proclamavam a trégua sagrada, que obrigava todas as guerras a cessar um mês antes do evento e durante as competições, para que atletas e espectadores pudessem ir e voltar com segurança.

Nos Jogos Olímpicos da Era Moderna, o significado ancestral da chama foi resgatado pela primeira vez em Amsterdã 1928, mas o primeiro Revezamento da Tocha Olímpica aconteceu em Berlim 1936, com a chama sendo acesa em Olímpia e transportada para a capital alemã.

Atualmente, meses antes de cada edição dos Jogos Olímpicos de Verão e Inverno, a cerimônia de acendimento dá início ao Revezamento da Tocha Olímpica na Grécia. Após percorrer o território grego por alguns dias, a chama chega à capital Atenas, onde é entregue aos organizadores dos Jogos Olímpicos. De lá, ela é transportada até o país-sede, onde embarca em uma jornada por dezenas de cidades, levando uma mensagem de paz e união. O seu destino final é o estádio da cerimônia de abertura, onde a chama acende a Pira Olímpica e marca o início oficial dos Jogos.

Comentários no Facebook