Copa Sul Minas Rio: Fluminense bate Cruzeiro por 4 a 3 no Mineirão

Foto: Washington Alves

Em partida com cinco gols no primeiro tempo, o Fluminense venceu o Cruzeiro por 4 a 3, nesta quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em jogo pela segunda rodada da Copa Sul-Minas-Rio. O time mineiro abriu o placar com Rafael Silva. Depois, levou três gols em menos de 15 minutos – dois de Diego Souza e um de Gustavo Scarpa. Já no fim da etapa inicial, Rafael Silva marcou de novo para o Cruzeiro. No segundo tempo, mais dois gols. Outro de Diego Souza, o segundo dele de pênalti na partida, e um de Arrascaeta.

Na primeira rodada, o time mineiro empatou com o Criciúma em 1 a 1. Já o Fluminense havia perdido o Atlético Paranaense por 1 a 0. Com o resultado desta quarta-feira, o time carioca lidera o Grupo 1 com três pontos, junto com o rival de Curitiba. Os mineiros seguem com 1 ponto e ficam mais longe de vaga para as semifinais da competição.

O jogo foi equilibrado nos minutos iniciais do primeiro tempo. O Cruzeiro apresentava falhas na defesa, mas ao mesmo tempo chegava com perigo à meta adversária. O gol saiu logo aos quatro minutos. Depois de tabela com Sánchez Miño, Arrascaeta tocou para Rafael Silva na área. O jogador não teve dificuldades para driblar Diego Cavalieri e tocar para o gol. Três minutos depois, Rafael Silva furou depois de cruzamento da esquerda, no que seria o segundo do Cruzeiro.

O Fluminense também marcou, aos 10 minutos, com Diego Souza, mas em impedimento marcado pelo árbitro. A virada carioca começou aos 25. Fabiano abriu o braço dentro da área em cruzamento de Diego Souza. O jogador bateu o pênalti no canto direito de Fábio. Empate no Mineirão, mas por pouco tempo. Aos 34, logo depois de Manoel perder um gol feito para o Cruzeiro, chutando para fora debaixo da trave de Diego Cavalieri, Diego Souza marcou de novo. Wellington Silva cruzou para trás e o meia não desperdiçou.
E aí virou farra. Aos 37 minutos, Gustavo Scarpa aproveitou passe de Diego Souza e chutou. Fábio só olhou o terceiro gol do Fluminense. Dentro do Mineirão, com a torcida já de cabeça baixa, o Cruzeiro marcou o segundo. Aos 43, Fabiano cruzou da direita e Rafael Silva marcou de cabeça. O time mineiro foi para o vestiário mais animado.

Na volta para o segundo tempo, o árbitro expulsou o técnico Deivid, do Cruzeiro, que já havia sido advertido pelas reclamações constantes na etapa inicial. Aos 8 minutos, grande defesa de Fábio em chute de Cícero. Aos 13, Diego Cavalieri faz boa defesa depois de chute de Alisson.

O empate do Cruzeiro saiu aos 20 minutos. Élber, que entrou no lugar de Sánchez Miño, cruzou para a área e Arrascaeta tocou para o gol. Mas a alegria do placar igual durou pouco. Fábio cometeu pênalti aos 23 em Felipe Amorim. Diego Souza bateu e marcou – o terceiro dele na partida e o quarto do Fluminense.

No último lance com chance de gol da partida, falta contra o Fluminense próxima da grande área. A bola foi levantada na área, mas a defesa carioca afastou.

FONTEAgência Estado
COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook