Robinho marcou para o Cruzeiro no empate diante do Corinthians, nesta quarta-feira, em São Paulo

Corinthians e Cruzeiro fizeram um duelo digno de competição eliminatória na noite desta quarta-feira, no Itaquerão, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Depois de um primeiro tempo estudado de lado a lado, sem muitas chances claras de gol, o dono da casa partiu para cima na segunda etapa e marcou logo dois gols se aproveitando de desatenções da Raposa – um deles irregular. Precisando diminuir a diferença, Mano Menezes tirou do banco de reservas Arrascaeta e Ábila e viu suas modificações surtirem efeito. O argentino serviu Robinho, que descontou aos 32’ e deu esperanças ao Cruzeiro para avançar à semifinal depois do 2 a 1 fora de casa.

Os próximos 90 minutos do duelo entre mineiros e paulistas serão disputados apenas no dia 19 de outubro, às 21h45, no Mineirão. Antes, a Raposa vira a chave para a disputa do CampeonatoBrasileiro, competição em que tem a árdua tarefa de sair da zona de rebaixamento o quanto antes. No próximo sábado, dia 1º, a equipe de Mano Menezes recebe o Grêmio, às 18h30, no Gigante da Pampulha. Até a partida de volta da Copa do Brasil, o clube celeste ainda enfrenta Ponte Preta (casa), Palmeiras (fora) e Chapecoense (casa).

O jogo

Com quatro alterações em relação ao time que saiu derrotado por 2 a 1 para o Flamengo no último fim de semana, pelo Brasileirão, o técnico Mano Menezes escalou um Cruzeiro com características diferentes diante do Corinthians, nesta quarta. No setor defensivo, Leo ganhou a vaga de Bruno Rodrigo e Ariel substituiu Lucas Romero. Na frente, o ataque ganhou mais mobilidade com Rafinha e Willian nas posições de Arrascaeta e Ramon Ábila. Aos 11’, a Raposa chegou em finalização da intermediária, mas Walter fez defesa segura.

Embora responsável por boas tramas nos instantes iniciais da primeira etapa, o Cruzeiro diminuiu o ímpeto ofensivo e viu o Corinthians crescer, dominar a posse de bola e pressionar com mais chances claras para abrir o placar. Com Rodriguinho, principal nome do mandante na primeira etapa, a equipe chegou aos 16’ e aos 27’, quando o meia errou por pouco as finalizações – além das duas chances, o time do Parque São Jorge desperdiçou outras quatro finalizações na etapa inicial. Aos 42’, Willian ainda respondeu em finalização precisa, que parou no travessão de Walter.

Muito diferente do fim da primeira etapa, quando mostrava inteligência para administrar um placar positivo num cenário de competição eliminatória, o Cruzeiro voltou para o segundo tempo distraído, frouxo na marcação. Logo no primeiro minuto, Rodriguinho, livre, arriscou de fora da área e Rafael deu rebote nos pés de Marquinhos Gabriel – em posição irregular no momento da finalização. O meia deu assistência para Romero, na pequena área, e Leo acabou marcando contra na tentativa de cortar a bola. 1 a 0. Visivelmente abalado, a Raposa ainda viu o Corinthians ampliar o marcador cinco minutos depois. Angel Romero entrou na área entre os desatentos Leo e Edimar e desviou chute de Marlone. 2 a 0.

Atrás no marcador, Mano Menezes tirou do banco de reservas a dupla principal do setor ofensivo celeste: Arrascaeta entrou no lugar de Ariel Cabral e Ramón Ábila substituiu Rafael Sobis. Pelo menos em números objetivos, as mudanças surtiram efeito. Aos 32’, Ábila aproveitou um chutão de Rafael na saída de bola, e serviu Robinho, que entrava na área e acertou o canto direito de Walter para marcar seu quinto gol pelo Cruzeiro. 2 a 1.

CORINTHIANS 2 X 1 CRUZEIRO

CORINTHIANS
Walter, Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho; Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho (Willians) e Marlone; Angel Romero (Lucca). Técnico: Fábio Carille

CRUZEIRO
Rafael; Lucas, Manoel, Leo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Arrascaeta), Robinho e Rafinha; Rafael Sobis (Ramon Ábila) e Willian (Alisson). Técnico: Mano Menezes

Gols: Leo (contra, no 1º minuto do 2T), Romero (13’2ºT) e Robinho (32’2ºT)

Público: 18.796
Renda: R$961.342,00

Motivo: jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil
Estádio: Itaquerão, em São Paulo
Data: quarta-feira, 27 de setembro de 2016
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (Asp. Fifa/GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)

FONTESuperesportes
COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook