BRASILIA / 01.06.2016 - Botafogo x Cruzeiro, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Ueslei Marcelino

Foi suado, mas o Cruzeiro enfim conquistou a primeira vitória no Campeonato Brasileiro após cinco jogos. Com um gol de Élber, em ótima participação de Robinho, que deu um lindo lançamento, a Raposa venceu o Botafogo por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A partida foi marcada por dois tempos distintos. Nos primeiros 45 minutos, o time celeste sufocou o adversário até marcar o gol aos 26 minutos. Senhor da partida, o Cruzeiro criou boas chances para ampliar, mas pecou nas finalizações. Na etapa final, a Raposa recuou demais e deu espaço para o Botafogo crescer. Os cariocas dominaram as ações, pressionaram, mas perderam inúmeras oportunidades para empatar o duelo.

Além de ser a primeira vitória do Cruzeiro no Brasileirão, foi o primeiro triunfo do técnico português Paulo Bento no comando da equipe. Com o resultado, a Raposa deixou a penúltima colocação e subiu para a 13ª posição, com cinco pontos. O Botafogo caiu para o 15º lugar, com quatro.

Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o São Paulo, domingo, às 18h30, no Mineirão. Também no domingo, mas às 11h, o Botafogo encara o Santos, no Pacaembu.

O jogo

Sem ter a mesma organização dos primeiros jogos, o Botafogo foi dominado com facilidade pelo Cruzeiro na etapa inicial. Aos 10 minutos, o time celeste quase marcou com Robinho, em cruzamento. O goleiro Helton Leite se atrapalhou, mas conseguiu mandar para escanteio.

Na única chance que criou, em contra-ataque, o time carioca viu Anderson Aquino cruzar e Bruno Viana tirar de Ribamar a chance de abrir o placar. Sem muita dificuldade, o Cruzeiro retomou o controle e marcou aos 26 minutos. Élber recebeu ótimo lançamento de Robinho, avançou e chutou forte de esquerda. A bola passou debaixo das pernas de Helton Leite e entrou: 1 a 0.

Ainda no primeiro tempo, o Cruzeiro quase marcou mais quatro vezes – com Riascos, Bruno Rodrigo e Élber, em duas tentativas. No intervalo, Ricardo Gomes mudou a equipe, mas sem sucesso. Os mineiros continuaram melhores, principalmente quando Robinho era acionado. Aos quatro minutos, o meia lançou Riascos, que perdeu ótima chance na área.

A superioridade celeste só diminuiu com a saída de Robinho, cansado, para a entrada de Marciel. Ricardo Gomes viu a brecha e lançou um atacante. Poderia ter empatado aos 21 minutos, mas Ribamar foi agarrado na entrada da área e o árbitro não marcou falta. Aos 33, Sassá aproveitou escanteio e cabeceou na trave.

O gol alvinegro estava cada vez mais próximo. Aos 36 minutos, a zaga celeste se atrapalhou e quase viu o chute de Anderson Aquino entrar. Na base da pressão, o time avançou, mas voltou a pecar na finalização, sem conseguir vazar o goleiro Fábio e evitar a derrota de 1 a 0.

Botafogo 0 x 1 Cruzeiro

Botafogo: Helton Leite; Diego, Emerson, Emerson Silva e Victor Luís; Bruno Silva, Fernandes (Neilton) e Dierson; Salgueiro (Leandrinho), Ribamar (Sassá) e Anderson Aquino. Técnico: Ricardo Gomes

Cruzeiro: Fábio; Lucas, Bruno Viana, Léo e Bryan; Lucas Romero, Henrique e Robinho (Marciel); Arrascaeta, Élber (Willian) e Riascos (Alisson). Técnico: Paulo Bento

Motivo: 5ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 1º de junho 2016, quarta-feira, às 21h45

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)

Gol: Élber (26 min/1ºT)

Cartão Amarelo: Anderson Aquino (Botafogo); Bruno Rodrigo, Bruno Viana, Marciel (Cruzeiro)

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Auxiliares: Vanderson Antônio Zanotti (ES) e Luciano Roggenbaum (PR)

FONTERadio Itatiaia
COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook