Décimo terceiro salário deve injetar cerca de R$ 210 milhões em Governador Valadares

O pagamento do 13º salário é um momento esperado por todos. Empresários aguardam um aumento significativo nas vendas em razão deste estímulo nas compras de Natal. Já os consumidores buscam aproveitar o dinheiro extra para quitar as dívidas e aproveitar as promoções que o fim do ano proporciona.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Departamento de Economia da Fecomércio MG, até o final do ano deverá ser injetado em Governador Valadares cerca de R$ 210,2 milhões em decorrência do pagamento do 13° salário. O montante previsto é 3,0% superior ao observado na estimativa de 2015, quando o esperado para o 13º era de R$ 204,1 milhões.

O destino do 13º para os Valadarenses abrange o pagamento de dívidas, consumo, poupança e outros segmentos.  A estimativa é que dos R$ 210,2 milhões que entrará na economia da cidade cerca de R$ 82.616.039 sejam destinados para quitar dívidas já existentes; R$ 76.519.690 para o consumo; R$24.595.615 para outros gastos; já a poupança deve receber cerca de R$ 26.487.585.

Para o presidente do Sindicomércio Governador Valadares, Hercílio Araújo Diniz Filho, o recurso é aguardando como uma promessa de movimentar a economia. “No último Natal, o nosso comércio sofreu bastante com os reflexos da crise hídrica, então, este ano estamos otimistas com as vendas. Porém, pedimos aos empresários que se empenhem adotando estratégias de vendas, que cativem os clientes”, pondera.

A expectativa para o estado de Minas Gerais é a injeção de R$ 16,61 bilhões, uma estimativa que equivale à 3,1% superior ao observado no ano de 2015, quando o esperado para o 13º era de R$ 16,1 bilhões.

Comentários no Facebook