Foto: Bruno Cantini/ Atlético

A queda do Atlético nas quartas de final da Copa Libertadores, determinada com a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, na noite de quarta-feira, no Independência, parece colocar o futuro do técnico Diego Aguirre em risco. Ao menos foi o que indicou Daniel Nepomuceno, presidente do clube, em breve entrevista após o duelo, avaliando que o rendimento da equipe em 2016 está abaixo do esperado.

“Não era o que a gente esperava, de jeito nenhum. O elenco que temos não condiz com os resultados. Agora é pensar no que fazer no futuro. Vou para casa e isso a gente decide depois”, disse o presidente do Atlético, que elogiou a postura da equipe diante do São Paulo e prometeu se pronunciar nesta quinta-feira mais detalhadamente sobre o futuro do time.

“Ninguém está satisfeito de ser eliminado da Libertadores com um time desses. O time jogou bem, os jogadores mostraram garra suficiente e faltou apenas um gol. Amanhã (quinta-feira) eu falo com vocês”, acrescentou Nepomuceno.

No comando do Atlético desde o início do ano, Aguirre viu a equipe fracassar nas três competições que disputou em 2016. O time foi eliminado na primeira fase da Copa da Primeira Liga, a Sul-Minas-Rio, perdeu a decisão do Campeonato Mineiro para o América e agora deixa a Libertadores nas quartas de final. Pressionado, o treinador uruguaio defendeu o trabalho que tem realizado à frente do time e garantiu estar tranquilo.

“Essa não é uma pergunta para mim. Estou tranquilo, porque fizemos um grande trabalho e lamentavelmente ficamos de fora de um dos nossos grandes objetivos. No começo, nosso objetivo era ganhar a Libertadores e o Brasileiro. Mas estou com a tranquilidade de ter feito as coisas como acho que tem de ser. São coisas que acontecem”, disse.

Aguirre também reconheceu que a eliminação na Libertadores representa o fim de um sonho para o Atlético. “Muita tristeza, porque era o sonho de todos, trabalhamos muito para poder passar avançar e, com as coisas que aconteceram, não chegamos ao objetivo. Estamos tristes, porque estivemos muito perto”, comentou.

Fora da Libertadores, o Atlético agora volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, às 11 horas, o time vai enfrentar o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, pela segunda rodada da competição.

COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook