Galo, Grêmio e Santos devem ser cabeças de chave no sorteio da Libertadores

Palmeiras no pote 2, Fla no 3, e Chapecoense no 4 são outras das possibilidades de acordo com cálculos do GloboEsporte.com. Conmebol divulgará ranking na terça-feira

Definido o último dos 47 participantes no domingo passado, a Conmebol divulgará nesta terça-feira o seu ranking da Taça Libertadores atualizado e deve confirmar três brasileiros entre os oito cabeças de chave para a edição de 2017: Atlético-MG, Grêmio e Santos. O ranking serve como base para a divisão dos potes no sorteio dos grupos e confrontos das fases prévias da competição, que ocorrerá nesta quarta-feira, na sede da Conmebol, em Assunção, às 22h (de Brasília).

O Palmeiras deve aparecer no pote 2, o Flamengo entraria no pote 3, e a Chapecoense deve estar no pote 4. Na fase prévia, Botafogo e Atlético-PR podem ter os campeões Colo-Colo e Olimpia pela frente. Equipes do mesmo país só ficarão na mesma chave caso uma delas tenha se classificado da fase prévia. Ou seja, Botafogo e Atlético-PR podem cair em grupos onde estejam um dos demais brasileiros.

O GloboEsporte.com fez os cálculos e atualizou o ranking da entidade sul-americana com base nos critérios utilizados no ano passado, que devem ser os mesmos em 2017. São três itens que formam a pontuação: o desempenho histórico dos clubes, nas edições de 1960 até 2006, com pontos para quem foi campeão, vice, chegou à semifinal, além de vitórias e empates em qualquer fase desde a disputa nos grupos; a pontuação dos últimos 10 anos, com peso maior e decréscimo de 10% a cada edição anterior – ou seja, o Atlético Nacional, atual campeão, teve 10% a mais em relação ao vencedor de 2015, o River Plate, e assim por diante. Além disso, títulos nacionais conquistados entre 2007 e 2016 também foram computados, porém com peso menor. As Copas de cada país não entram na conta.

Critérios Conmebol sorteio Libertadores (Foto: Reprodução/Conmebol)Os critérios do ranking da Conmebol: pontuação dos últimos 10 anos, mais coeficiente histórico e pontuação por cada título nacional – com exceção das Copas (Foto: Reprodução/Conmebol)

Com base nos cálculos do GloboEsporte.com, o atual campeão Atlético Nacional teria a maior pontuação entre os 47 times que disputarão a Libertadores de 2017. Além dos colombianos, devem ser cabeças de chave, o River Plate, os uruguaios Nacional e Peñarol, Atlético-MG, Grêmio, San Lorenzo e Santos. Campeão brasileiro, o Palmeiras tem apenas a 13ª melhor pontuação entre as equipes que estão classificadas para o torneio continental, e o Flamengo, a 17ª.

Declarada campeã da Copa Sul-Americana, a Chapecoense não pontuou. Vai para sua primeira participação em Libertadores e não tem títulos nacionais, portanto, aparece zerada no ranking. Zulia e Carabobo, ambos da da Venezuela, Deportivo Capiatá, do Paraguai, e Deportivo Municipal, do Peru, estão na mesma situação do time catarinense.

Os caminhos do Glorioso e do Furacão na fase prévia podem render confrontos difíceis. Cariocas e paranaenses devem ir para o pote 2 da segunda fase. No pote 1, estão o tricampeão Olimpia, o campeão Colo-Colo, além do The Strongest, da Bolívia, famoso carrasco de brasileiros atuando em La Paz.

A Conmebol deve divulgar o ranking atualizado nesta terça-feira. O ranking da entidade inclui todas as equipes que já disputaram a Libertadores na história. Para fazer os cálculos, o GloboEsporte.com considerou apenas os 47 times que estarão no torneio sul-americano. Líder na pontuação do ano passado, o Boca Juniors, por exemplo, não se classificou para a competição e não entrou no cálculo do site.

Confira a divisão dos potes e a pontuação de cada clube:

FASE DE GRUPOS:

POTE 1
Atlético Nacional (COL) – 5.046,5 pontos
River Plate (ARG) – 5.045
Nacional (URU) – 4.679,5
Peñarol (URU) – 4.477,5
Atlético-MG – 3.792
Grêmio – 3.134

San Lorenzo (ARG) – 3.066
Santos – 3.044

POTE 2
Estudiantes (ARG) – 2.900
Emelec (EQU) – 2.702
Santa Fe (COL) – 2.556
Libertad (PAR) – 2.507
Palmeiras – 2.012
Universidad Católica (CHI) – 1.850
Guaraní (PAR) – 1.696
Sporting Cristal (PER) – 1.626

POTE 3
Flamengo – 1.501
Barcelona (EQU) – 1.475
Lanús (ARG) – 1.386,5
Zamora (VEN) – 561,5
Jorge Wilstermann (BOL) – 451
Independiente Medellín (COL) – 436,5
Godoy Cruz (ARG) – 306
Melgar (PER) – 185

POTE 4
Iquique (PER) – 126
Sport Boys (BOL) – 22,5
Chapecoense – 0
Zulia (VEN) – 0
GANHADOR SEGUNDA FASE1
GANHADOR SEGUNDA FASE2
GANHADOR SEGUNDA FASE3
GANHADOR SEGUNDA FASE4

PRIMEIRA FASE:

POTE 1
Independiente del Valle (EQU) – 2.174,5
Deportivo Táchira (VEN) – 1.275
Montevideo Wanderers (URU)- 593

POTE 2
Universitario de Sucre (BOL) – 493
Deportivo Capiatá (PAR) – 0
Deportivo Municipal (PER) – 0

SEGUNDA FASE:

POTE 1
Olimpia (PAR) – 3.755
Colo-Colo (CHI) – 2.301
The Strongest (BOL) – 1864
Universitario (PER) – 1.402
Unión Española (CHI) – 1197,5
Junior Barranquilla (COL) – 814,5
Millonarios (COL) – 595
El Nacional (EQU) – 578,5

POTE 2
Atlético-PR – 488
Botafogo – 416

Cerro (URU) – 148
Carabobo (VEN) – 0
Atlético Tucumán (ARG) – 0
GANHADOR PRIMEIRA FASE 1
GANHADOR PRIMEIRA FASE 1
GANHADOR PRIMEIRA FASE 1

FONTEGloboesporte.com
COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook