Gás de cozinha já em falta na cidade

A falta de gás de cozinha em algumas distribuidoras de Valadares já causa transtornos à população. Comerciantes dizem que o estoque pode acabar nos próximos dias.

De acordo com a Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (Asmirg-BR), revendedores de São Paulo, Bahia e Minas informam que seus pedidos às grandes companhias distribuidoras, quando atendidos, chegam apenas com 50% da carga. Já outras revendas informam estar sem gás por períodos de horas. Informações não oficiais dão conta que a Petrobras está sem gás devido a uma possível contaminação numa refinaria do Sul.

Em uma distribuidora no centro de Valadares faz duas semanas que falta gás para comercialização. “Acredito que todas estão sem abastecimento na cidade. As que não estão ainda vão ficar nas próximas semanas, porque até agora não recebemos nenhuma resposta da Petrobras. Eu compro cerca de 300 a 400 botijões por dia, e essa média caiu esta semana. Tenho medo de ficar no prejuízo e perder meus clientes”, disse o proprietário de distribuidora Gilson Dutra.

Em outro ponto de venda no bairro Nossa Senhora das Graças, a situação é a mesma. Segundo o funcionário Marlon Souza, a falta de gás vai prejudicar a população. “Se não resolverem o problema do abastecimento, mais distribuidoras vão ficar sem gás. Isso vai afetar não só o consumidor final, pois muitos restaurantes dependem disso.”

Segundo o presidente da Asmirg-BR, Alexandre Borjaili, caso a falta de abastecimento pela Petrobras continue, o consumidor deverá pagar mais caro, com um reajuste dos preços pelas distribuidoras. “Infelizmente, para garantir o abastecimento nossas revendas estão tendo que recorrer a outras revendas que ainda conseguem manter algum estoque, e nesse processo o aumento do custo do frete, do preço de compra, afeta a todos, e é possível que o mercado sinta uma elevação nos preços do botijão de gás de cozinha até que essa situação na Petrobras seja normalizada”, disse.

À equipe de reportagem do DRD a assessoria de comunicação da Petrobras informou que o fornecimento de GLP no País já voltou ao normal. “Visando minimizar os impactos dessas paradas no abastecimento local e nacional, a Petrobras já realizou uma importação adicional do produto, normalizando os níveis de estoque”, diz a nota da empresa.

FONTEDiário do Rio Doce
COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook