Governador Valadares: homens são presos em flagrante por venda ilegal de medicamento utilizado em abortos

Divulgação: PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes em Governador Valadares, prendeu em flagrante, na quarta-feira (7), três homens suspeitos de envolvimento em tráfico ilícito de drogas e associação para o tráfico de drogas.

Após trabalho investigativo, foi apurado que havia venda de drogas ilícitas em uma farmácia da cidade. A PCMG diligenciou até o bairro Santa Terezinha, onde conseguiram visualizar o indivíduo D. N. R., de 21 anos, entrando na farmácia com uma mochila nas costas e, em seguida, entregando uma embalagem ao funcionário A. P. M., de 35 anos. Após a ação, D. N. R. evadiu-se do local.

Devido à atitude suspeita, os policiais adentraram na farmácia, onde abordaram o funcionário e averiguaram os papéis e objetos próximos ao balcão, tendo sido encontrados, em um envelope, seis comprimidos de “cytotec”, substância conhecida utilizada em abortos.

Por sua vez, o então funcionário da farmácia informou aos policiais que havia pedido por telefone os medicamentos ao terceiro suspeito R. A. R., de 44 anos, pai do jovem de 21 anos, que realizou a entrega da encomenda.

Em continuidade ao trabalho, investigadores, juntamente com os delegados Cleriston Lopes de Amorim e Mardio Bento Costa, procederam ao rastreamento dos suspeitos a fim de localizar pai e filho, os quais foram encontrados no bairro Vila Isa. Já em sua residência, foram encontrados, ainda, um envelope vazio de “Cytotec”, sete ampolas de “Lipostabil” e nove ampolas de “Stanozolol” (esteroide anabolizante).

Diante disso, foram arrecadados os materiais, e os suspeitos conduzidos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, já que a substância “misoprostol”, princípio ativo do “Cytotec”, está listada na portaria 344/98 da Anvisa, como substância proibida, considerada, portanto, droga ilícita.

Após serem ouvidos pela Autoridade Policial no plantão e autuados em flagrante, os suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional onde permanecem à disposição da Justiça.

Na quinta-feira (8) a Polícia Civil, juntamente com a vigilância sanitária, realizaram a interdição liminar da farmácia, que permanecerá lacrada por tempo indeterminado.

Fonte: Assessoria de Comunicação – PCMG

COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook