Gripe já matou 19 pessoas em Minas Gerais em 2017

A gripe já matou 19 pessoas em Minas Gerais em 2017, conforme balanço da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). Além dos 19 óbitos, outros 104 diagnósticos foram confirmados para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados pelo vírus Influenza no estado, totalizando 123 casos.

Das 19 mortes, 16 foram causadas pela Influenza A, enquanto 3 estão associadas à Influenza B. Segundo a SES/MG, quando a manifestação mais comum da gripe, que vem com febre, dor de cabeça, tosse, dor de garganta e fadiga, evolui para dificuldade respiratória com necessidade de hospitalização, o caso é tratado como SRAG e torna a notificação obrigatória quando o paciente é atendido em um hospital ou então morre pela doença.

 No ano passado, houve um surto em Minas, chegando a 1.059 casos e 291 mortes. A situação evolui de forma mais grave em alguns grupos prioritários, que são alvo da campanha de vacinação encerrada na sexta-feira, como crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, até quinta-feira passada, último dado disponível, 696.572 pessoas se vacinaram contra a gripe na capital mineira, o que equivale a 84,5% do público de maior risco. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 90% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários. A secretaria deverá informar o número final da cobertura vacinal na tarde de hoje.

COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook