Homem processa empresa por considerar seu trabalho “chato demais”

O bom que ele não desiste, a esperança é a última que morre

 

O gerente de uma empresa francesa de perfumes, Frédéric Desnard, de 44 anos, resolveu processar a companhia por achar seu trabalho “chato, entediante e enfadonho”.

Segundo informações do jornal inglês “The Guardian”, o homem considerou que estava esgotado em sua função de gerência, caracterizada por ele mesmo como uma “descida ao inferno”.

Frédéric reclamou na Justiça, alegando que a Interparfums deu, entre os anos de 2010 e 2014, quase nada para ele fazer e pediu 360 mil euros de indenização (cerca de R$ 1,5 mi). Quando dava algum trabalho para ele, eram tarefas básicas, muito abaixo de sua capacidade profissional. “Eu tinha vergonha de ser pago para não fazer nada”, disse Desnard, ainda segundo o jornal.

A empresa ganhou o processo em primeira instância, mas ele segue na batalha.

COMPARTILHAR
Jucélio Araujo
Apresentador, 29 anos, na Tv Rio Doce há 11 anos, sendo 6 no Programa Valadares na Tv.

Comentários no Facebook