Justiça nega recurso do WhatsApp e mantém bloqueio do app por 72h

A decisão do recurso foi publicada nos primeiros minutos desta terça-feira.

© Foto: Stan Honda/AFP

O desembargador Cezário Siqueira Neto negou a liminar do mandado de segurança pedido pelo WhatsApp Inc e manteve o bloqueio do aplicativo para clientes das operadoras brasileiras pelo período de 72 horas.

A decisão do recurso foi publicada nos primeiros minutos desta terça-feira durante o Plantão do Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe.

Na decisão, o desembargador plantonista negou a liminar porque entendeu que existem possibilidades técnicas para o cumprimento da ordem judicial da quebra de sigilo das mensagens do WhatsApp. O bloqueio começou às 14h da segunda-feira.

As empresas que descumprirem a ordem do bloqueio pagarão multa de R$ 500 mil. A decisão é do juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, em Sergipe, que atendeu a um pedido de medida cautelar da Polícia Federal, que foi endossado por parecer do Ministério Público.

FONTEMSN
COMPARTILHAR
Jucélio Araujo
Apresentador, 29 anos, na Tv Rio Doce há 11 anos, sendo 6 no Programa Valadares na Tv.

Comentários no Facebook