Laudo confirma febre amarela em macaco encontrado morto em Governador Valadares

No dia 18 de janeiro deste ano foi encontrado um macaco morto nas proximidades do Desafio Jovem do Rio Doce (Dejord), no bairro Santa Rita. O animal foi recolhido pelo Departamento de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde e suas vísceras encaminhadas ao Laboratório de Saúde Pública de referência para análise. O laudo, encaminhado esta semana pela Superintendência Regional de Saúde, deu positivo para Febre Amarela.

Diante desse resultado, mesmo não havendo casos da doença em Governador Valadares, a Secretaria Municipal de Saúde elaborou um Plano de Contingência para ser aplicado imediatamente nos bairros próximos ao local onde o macaco foi encontrado. As ações, que começam imediatamente e serão intensificadas já neste final de semana, serão adotadas nos bairros Santa Rita, Tiradentes, Alvorada, Castanheira, Vila Império, Caravelas, Distrito Industrial, Penha, Novo Horizonte e Vitória.

As ações vão começar pela região do bairro Santa Rita, a partir das imediações do local onde foi encontrado o macaco morto, seguindo para os bairros adjacentes, e compreendem os seguintes procedimentos:

Bloqueio vacinal: Verificação de situação vacinal e atualização do cartão de vacinas casa a casa por meio da atuação de equipes volantes e equipes da Estratégia Saúde da Família. Durante a semana, as pessoas ainda não vacinadas serão encaminhadas às Unidades de Saúde. Nos finais de semana, a partir deste sábado (11), a vacinação também será feita de casa em casa, começando pela região onde foi encontrado o macaco infectado.

Bloqueio vetorial: aplicação de UBV (fumacê) pesada complementada de UBV costal em localidades de difícil acesso. Essa ação terá início na próxima quarta-feira (15), com duração aproximada de 20 dias para abranger o bairro Santa Rita e adjacentes. Nas localidades rurais, caso sejam identificadas áreas com baixa cobertura vacinal, o plano de contingência prevê até a borrifação casa a casa.

Essas medidas visam a proteger a população, evitando a transmissão de febre amarela em Governador Valadares. Até o momento, o Hospital Municipal recebeu apenas casos vindos de outras cidades. A cobertura vacinal no município também colabora para a ausência de casos de febre amarela até o momento. Além das quase 118 mil pessoas imunizadas neste mês, o histórico dos últimos 20 anos também é favorável. Em 1999, foram vacinadas 166 mil pessoas durante uma campanha de vacinação contra febre amarela. Em 2001, outro mutirão vacinou mais 49 mil pessoas na área urbana e mais de 8.000 na zona rural. Em 2003, outro movimento de intensificação vacinal foi feito na zona rural, imunizando mais 5.500 pessoas. Já a vacinação de crianças a partir dos nove meses (com reforço aos quatro anos), é feita de forma sistemática nos postos de saúde da rede pública.

COMPARTILHAR
Redação
Como maior ouvidoria popular de Governador Valadares, o Programa Valadares na TV se destaca por levar informação e conteúdo exclusivo de problemas e assuntos de nossa cidade.

Comentários no Facebook