A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anuncia na noite deste domingo (28) os vencedores do Oscar 2016.

‘A grande aposta’, ‘O regresso’, ‘Brooklin’, ‘Mad Max’, ‘Perdido em Marte’, ‘Ponte dos espiões’, ‘O quarto de Jack’ e ‘Spotlight’ concorrem ao Oscar de melhor filme.

Veja um release dos indicados da categoria:

369403Ponte dos Espiões

Mais um novo longa dirigido por Steven Spielberg – que tem um Oscar como produtor por “A Lista de Schindler”. A produção começou a corrida como grande promessa para o Oscar 2016. Contudo, assim como “Lincoln” e “Cavalo de Guerra” (últimos indicados a Melhor Filme), o longa de Spielberg tem perdido terreno diante de seus competidores. No momento, tem poucas chances de levar a principal estatueta. Os produtores nomeados são Steven Spielberg, Marc Platt e Kristie Macosko Krieger.


2015_-_Brooklyn_Movie_Poster

Brooklyn

O longa independente britânico vinha como aposta certa de nomeação ao Oscar de Melhor Filme desde sua estreia em janeiro de 2015 no Festival de Sundance. A produção trilha o mesmo caminho de “Whiplash: Em Busca da Perfeição”, “Boyhood: Da Infância à Juventude”, “Indomável Sonhadora” e “Inverno da Alma”, que também foram lançados no Festival. Dessa forma, a produção pode repetir o mesmo feito desses longas e ficar sem a estatueta. As produtoras nomeados são Finola Dwyer e Amanda Posey.


91Sco2e-bpL._SL1500_Perdido em Marte

Depois de duvidosos longas como “Êxodo: Deuses e Reis” e “O Conselheiro do Crime”, Ridley Scott renasceu – “como sempre faz” – com o surpreendente “Perdido em Marte”, a produção vinha como sério candidato ao Oscar 2016 de Melhor Filme, mas depois que Scott foi esnobado pela a Academia, o filme diminuiu muito as suas chances. Apenas 4 filmes venceram a principal estatueta sem ter o seu diretor nomeado: “Asas”, “Grande Hotel”, “Conduzindo Miss Daisy” e “Argo”. Os produtores nomeados são Simon Kinberg, Ridley Scott, Michael Schaefer e Mark Huffam.


chmogs0qnqyiejnz7zn9mjoa18t1Mad Max: Estrada da Fúria

Finalmente, George Miller foi reconhecido pelo seu trabalho em “Mad Max”, um dos arrasa quarteirões de 2015, a produção foi abraçada pelo público e pela crítica, e muitos se surpreenderam com o reconhecimento da Academia. É sabido que os votantes nunca reconheceram um filme 100% do gênero de ação – exemplo de indicados que perderam: “O Tesouro da Sierra Madre”, “Inferno na Torre”, “Tubarão”, “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida” e “O Fugitivo”. Contudo, nunca um filme de ação esteve tão perto de uma estatueta de Melhor Filme como “Mad Max”. Os produtores nomeados são Doug Mitchell, George Miller.


090910O Regresso

O vencedor do Oscar 2015, “Birdman”, tem novamente um filme de Alejandro González Iñárritu como alto concorrente para a estatueta de Melhor Filme. Mas o histórico da Academia em premiar produtores (Iñárritu) de forma sequencial é extremamente baixa – a última vez foi David O. Selznick (“E O Vento Levou” em 1940 e “Rebecca” em 1941), que não foi exatemente premiado com o Oscar, naquela época os estúdios ganhavam a estatueta. Além disso, o longa não teve seu roteiro nomeado. Normalmente, todos os filmes vencedores tem seu roteiro nomeado em adaptado ou original – “Titanic” foi o último vencedor de Melhor Filme sem nomeação em roteiro.

Os produtores nomeados são Arnon Milchan, Steve Golin, Alejandro G. Iñárritu, Mary Parent e Keith Redmon.


The-Big-Short-2015-posterA Grande Aposta

O último candidato a entrar na corrida do Oscar 2016 surpreendeu! A produção conseguiu pegar uma das vagas a Melhor Filme com ótimas nomeações em categorias importantes. Porém, ano passado, “Birdman” do gênero de “comédia” venceu a principal estatueta. E dificilmente a Academia premia filmes em sequência do gênero cômico, como é “A Grande Aposta”. Esse ano há também muitos competidores fortes na categoria de Melhor Filme, a divisão de votos pode favorecer o crescimento do longa diante dos seus competidores. Os vencedores “Carruagens de Fogo”, “Gente como a Gente”, “Rocky”, “Golpe de Mestre” e “Oliver!” são exemplos de indicados que se favoreceram em anos com rivais muito fortes. Além disso, é um azarão!

Os produtores nomeados são Brad Pitt, Dede Gardner e Jeremy Kleiner.


SpotlightSpotlight: Segredos Revelados

A produção está sendo chamada como a opção mais comum que a Academia seguiria ao premiar com o Oscar de Melhor Filme – ex: “O Discurso do Rei” ao invés de “A Rede Social”, “Crash” ao invés de “O Segredo de Brokeback Mountain”. A produção já foi muito comparada com o nomeado “Todos os Homens do Presidente”, típico filme das antigas sobre jornalismo (que perdeu o Oscar de Melhor Filme) e que a Academia atual adora. Desde sua estreia no Festival de Veneza, “Spotlight” tem tido seus altos e baixos na corrida, mas continua entre os favoritos para a estatueta.

Os produtores nomeados são Michael Sugar, Steve Golin, Nicole Rocklin e Blye Pagon Faust.


141739O Quarto de Jack

A sua estreia no Festival de Toronto não poderia ser melhor! Ao vencer o principal prêmio do People’s Choice Award, a produção segue o caminho do vencedor do ano passado: “O Jogo da Imitação”. Além disso, Nas 35 vezes em que foi dado o prêmio People’s Choice Award, ocorreu de 13 premiados também serem indicados ao Oscar de Melhor Filme, e cinco serem igualmente vitoriosos em Toronto e na principal categoria do Oscar: Carruagens de Fogo (1981); Beleza Americana(1999); Quem Quer Ser um Milionário? (2008), O Discurso do Rei (2010) e 12 Anos de Escravidão (2013). Ou seja, “O Quarto de Jack” pode surpreender! Não podemos esquecer que o seu diretor Lenny Abrahamson foi nomeado, algo muito positivo, já que significa que a Academia gostou do longa mais do que se imaginava.

Os produtores nomeados são Michael Sugar, Steve Golin, Nicole Rocklin e Blye Pagon Faust.

Comentários no Facebook