Foto: Divulgação/Fluminense

O presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, oficializou a contratação do atacante Fred no fim da noite desta quarta-feira. Em postagem no Twitter, o mandatário avisou ainda que o novo reforço estará no estádio Independência, domingo, no clássico contra o Cruzeiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

O contrato de Fred com o Atlético será de dois anos e meio, terminando no final de 2018. O clube alvinegro informou que a vinda do atacante não envolve a saída de outros jogadores. Desta forma, o meia Dátolo e o atacante Carlos, que eram especulados em uma troca para seguirem para as Laranjeiras, ficam no Galo. A chegada do novo reforço atleticano em Belo Horizonte está prevista para esta sexta-feira.

Fred poderá estrear justamente no clássico contra o Cruzeiro. Para isso, basta que o Atlético regularize a situação do atacante na CBF e o nome do camisa 9 seja publicado até sexta-feira no Boletim Informativo Diário (BID). Pelo Fluminense, ele atuou em seis jogos no Brasileirão e atingiu o limite permitido pelo regulamento para trocar de equipe na Série A.

Esta foi a terceira tentativa do Atlético neste ano em contar com Fred. Em janeiro, o atacante chegou a iniciar conversas com a diretoria alvinegra após o clube receber uma proposta milionária do futebol chinês pelo argentino Lucas Pratto. Porém, o presidente Daniel Nepomuceno conseguiu segurar o gringo para a disputa da Copa Libertadores, o que inviabilizou a transferência do camisa 9 do Fluminense para a Cidade do Galo.

Em abril, Fred se desentendeu com o técnico Levir Culpi e chegou a avisar que não vestiria mais a camisa tricolor enquanto o treinador estivesse no clube. Com o impasse, o atacante voltou a negociar com o Atlético. Mas uma conversa entre o comandante e o jogador aparou as arestas e o atleta voltou a atuar.

Com o anúncio, Fred vai se tornar um dos poucos jogadores a ter vestido a camisa dos três grandes clubes de Minas Gerais. Revelado pelo América, o centroavante apareceu em 2003, na Copa São Paulo de Juniores, ao marcar o gol mais rápido da história do futebol até hoje. Em 2004, se transferiu para o Cruzeiro, onde teve passagem marcante. Ficou na Toca da Raposa até o meio de 2005, quando foi vendido para o Lyon,da França. No clube europeu, ganhou três edições do Campeonato Francês e permaneceu até 2009 e voltou ao Brasil para defender o Fluminense. Entre altos e baixos nas Laranjeiras, foi bicampeão brasileiro, em 2010 e 2012.

Agora, o ataque do Atlético, que já conta com Pratto, Robinho, Clayton, Hyuri, Luan e Carlos, além do jovem Capixaba, ficará ainda mais qualificado para as disputas do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook