Paulo Bento chegou acompanhado de sua comissão técnica; à esquerda, o assistente Sérgio Costa

Recebido por curiosos e muitos jornalistas, o técnico português Paulo Bento, de 46 anos, chegou a Belo Horizonte neste domingo à tarde para iniciar sua ‘era’ à frente do Cruzeiro. Ele desembarcou no Aeroporto Internacional de Confins às 16h45 acompanhado da esposa Teresa e de sua comissão técnica, formada por quatro profissionais: os auxiliares Sérgio Costa e Ricardo Peres, o preparador físico Pedro Pereira e o observador técnico Vitor Silvestre, responsável por scout.

No aeroporto, Paulo Bento não concedeu entrevista e fez apenas um breve pronunciamento, no qual externou o orgulho de dirigir o Cruzeiro. ”Quero agradecer o Cruzeiro pela confiança que mostrou em me trazer para este projeto. É uma satisfação que tenho neste momento de poder orientar e treinar uma grande equipe como é o Cruzeiro e espero, naturalmente, com toda a minha equipe técnica, fazer o melhor trabalho possível, um trabalho que satisfaça a direção do Cruzeiro, a torcida do Cruzeiro e que acima de tudo possamos todos juntos alcançar os objetivos que o clube pretende. É tentar fazer uma classificação melhor que fez na temporada anterior e, dentro das nossas possibilidades, lutar por um lugar na Copa Libertadores”.

No caminho até o carro do clube, o português tirou foto com a uma torcedora com a camisa do Cruzeiro.

No voo entre Lisboa e Belo Horizonte, Paulo Bento foi assediado por alguns torcedores cruzeirenses, deu autógrafos e tirou fotos. O ex-treinador do Sporting de Lisboa e da Seleção Portuguesa assinou contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2017.

A apresentação oficial de Paulo Bento será nesta segunda-feira à tarde, na Toca da Raposa II. Antes, o treinador português será apresentado ao elenco e comandará a sua primeira atividade.

A estreia de Paulo Bento está marcada para sábado, às 21h, no Mineirão, contra o Figueirense, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O português terá muito trabalho para organizar a equipe, que foi derrotada por 1 a 0 pelo Coritiba na abertura da Série A e teve uma de suas piores apresentações na temporada.

Terceiro trabalho no profissional

No Cruzeiro, Paulo Bento fará apenas o seu quarto trabalho como treinador, o terceiro em nível profissional. Ele encerrou a carreira como atleta em 2004 e, no mesmo ano, assumiu o time júnior do Sporting, com o qual conquistou o Campeonato Nacional de Juniores.

Entre 2005 e 2009, ele esteve à frente dos profissionais do Sporting e foi campeão de duas Taças de Portugal (2006/07 e 2007/08) e de duas Supertaças Cândido de Oliveira (2006/07, 2007/08).

Mas o trabalho que o projetou mundialmente foi na Seleção Portuguesa, entre 2010 e 2014, período em que comandou Cristiano Ronaldo. Em sua trajetória no cargo, Paulo Bento foi semifinalista da Eurocopa 2012, sendo batido pela Espanha nos pênaltis, e foi eliminado ainda na primeira fase da Copa do Mundo, realizada no Brasil.

Embora tivesse contrato com Portugal até 2016, quando dirigiria a seleção na Eurocopa da França, Paulo Bento foi demitido em 11 de setembro de 2014, após derrota para a Albânia, por 1 a 0, na cidade portuguesa de Aveiro, nas eliminatórias da competição continental.

COMPARTILHAR
Marcus Vinícius Gomes
Réporter Esportivo desde 2010, 30 anos, apaixonado por futebol, viajou Minas Gerais nas melhores coberturas esportivas para Rádios, TV e claro, se divertindo fazendo aquilo que gostava, que é estar à beira do gramado.

Comentários no Facebook