Vacinação

Minas Gerais aplica a primeira dose da vacina contra covid-19 em 52,19% do público alvo

Receberam a primeira dose da vacina 100% das pessoas com deficiência institucionalizadas, 82% da população indígena, 54,11% dos idosos institucionalizados e 52,27% dos profissionais de saúde

16/02/2021 15h43
Por: Redação
Foto: Imprensa MG
Foto: Imprensa MG

Em um mês de Campanha de Vacinação contra a Covid-19,  Minas Gerais já aplicou 379.220 vacinas da primeira dose (D1)  e 102.909 da segunda (D2). Isso representa 52,19% de cobertura da primeira dose junto aos profissionais de saúde, idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência maiores de 18 anos que estejam institucionalizadas e população indígena. Já para a segunda dose, o índice atingiu 14,36% deste público prioritário definido pelo Programa Nacional de Imunização.

A partir de critérios epidemiológicos preconizados pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, a SES-MG busca uma cobertura vacinal de 90% em cada grupo, “suficiente para interromper o aumento da ocupação dos leitos covid-19 devido ao agravamento da doença”, explica a subsecretária de Vigilância em Saúde Janaína Passos. “É uma cobertura não apenas para covid-19, mas para outras campanhas que fazemos no estado, como a da influenza”, diz. 

O grupo com a cobertura mais alta da primeira dose, até o dia 15/2, foi das pessoas com deficiência com mais de 18 anos institucionalizadas, com 100% das doses aplicadas, seguido da  população indígena, com 82,11%. Já para os profissionais de saúde, a cobertura é de 52,27%. A menor cobertura foi dos idosos acima de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência, com  54,11% de vacinados.

A SES-MG recebeu do Ministério da Saúde todas as doses necessárias para a vacinação dos idosos com mais de 90 anos, população índigena aldeada, idosos acima de 60 anos que vivem em instituições e pessoas com deficiência com mais de 18 anos institucionalizadas. Já para os trabalhadores em saúde, foram enviadas doses para atender, inicialmente, 73% dos profissionais. 

Com 1.171.180 vacinas recebidas do Ministério da Saúde, é possível imunizar aproximadamente 667 mil pessoas.. “Do total de 1 milhão de doses, as 315.600 que chegaram no dia 7/2 são da CoronaVac para cobrir duas doses, ou seja, cerca de 157.800 pessoas que serão imunizadas na segunda etapa”, explica Janaína Passos. Como o  intervalo entre as doses da CoronaVac é de, no mínimo, 15 dias, o número total de vacinas recebidas precisa ser dividido por dois. 

No planejamento de distribuição da Secretaria e na definição dos grupos a serem vacinados, é preciso levar em conta que a segunda dose precisa ser do mesmo laboratório que da primeira e o intervalo entre elas deve seguir as recomendações de cada fabricante.

Segundo a subsecretaria, para os grupos recomendados, a SES-MG tem doses suficientes, inclusive para garantir a segunda dose da CoronaVac no prazo adequado para que não seja colocado em risco a eficácia da vacina. “Não estamos atrasados, estamos procedendo a vacinação da forma como ela deve ser feita. Distribuindo progressivamente”, afirma o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Governador Valadares - MG
Atualizado às 17h56
32°
Poucas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 18°
32°

Sensação

2 km/h

Vento

37%

Umidade

Fonte: Climatempo
quadrado home
Municípios
Últimas notícias
quadrado 3
Mais lidas
Anúncio
Anúncio