Prejuízo alto

Estelionatários aplicam golpe do cartão de crédito em 16 pessoas no mês de fevereiro

Golpistas roubam o cartão de crédito se passando por funcionários de banco.

02/03/2021 15h05
Por: Redação
Foto: Polícia Civil/Divulgação
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma quadrilha de estelionatários aplicou golpes em Governador Valadares entre os dias 23 e 25 de fevereiro deste ano, se passando por funcionários de banco. Até o momento foram registrados 16 vítimas do golpe e o prejuízo causado pelos golpistas pode chegar a 200 mil reais.

Na ação criminosa, o suspeito permanece com a vítima ao telefone, enquanto um suposto funcionário do banco vai até a casa da vítima e recolhe cartões de crédito/débito, juntamente com as senhas.De acordo com a delegada Juliana Fiúza, que responde pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações em Governador Valadares, somente entre os dias 23 e 25 de fevereiro deste ano, 16 vítimas registraram ocorrência relatando casos parecidos. “A maioria das vítimas são idosas, mas nós identificamos uma mulher, de 38 anos, que teve prejuízo estimado em mais de R$ 15 mil, isso somente com os cartões de crédito. Podemos estimar que o prejuízo total causado a todas as vítimas juntas gira em torno de R$ 200 mil”, disse.

Além disso, os suspeitos solicitavam que as vítimas permanecessem com os celulares desligados e telefones fixos inativos por, pelo menos, uma hora, a fim de que a regularização fosse feita. “Nesse meio tempo, aproveitando-se de que as vítimas não podiam receber as notificações das transações, eles realizavam saques nas contas e até compras em lojas físicas. Temos uma vítima que somente em aplicativo de transporte de passageiros teve prejuízo de aproximadamente R$ 3 mil”, explicou Fiúza.

Na coletiva de imprensa, que aconteceu nesta manhã (2/03) foi informado que no ano passado houve esse mesmo registro de ação de golpistas, ocasionando na prisão em flagrante de quatro indivíduos. A delegada Juliana Fiúza revelou que as ações dos estelionatários deste ano possam ser um desdobramento do que aconteceu no ano passado, mas a Polícia Civil segue com as investigações.

Com o objetivo de apresentar à população os principais golpes cometidos por criminosos, a Polícia Civil lançou, no mês de julho de 2020, a cartilha Golpe, só se for nos criminosos. “Esse é mais um alerta para que as pessoas tomem cuidado. Não entreguem seus cartões a terceiros e, principalmente, não informem suas senhas, pois elas são pessoais. Nenhum banco vai até a casa do cliente ou solicita a entrega das senhas e dos cartões. Na dúvida, desconfie! Vá até a sua agência e converse com o seu gerente. Se não for possível, devido à pandemia, ligue para o telefone que consta no verso do seu cartão, pois esses são os canais oficiais do seu banco”, finalizou a delegada.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários