topo 3
Sim, sim, não não

10 milhões, a votação do sim e do não.

Ou é sim, sim, ou não, não.

Bastidores da Política com

Bastidores da Política com "O Cascudo""O real não se vê" Luis da Câmara Cascudo, um historiador, antropólogo, advogado e jornalista brasileiro. Ele é a inspiração para o nosso personagem o Cascudo. Nosso blog vem trazer textos divertidos sobre o cenário politico de Governador Valadares e do país. Não usaremos nomes, e nem ofensas de cunho pessoal, esse blog é para contar pra você sobre a politica, com sátiras divertidas, mas com responsabilidade.

13/05/2020 12h22Atualizado há 6 meses
Por:

Sim, não, essas duas palavras foram decisivas para decidir o futuro de um projeto de lei encaminhado pelo Executivo Municipal à Câmara de Vereadores de Governador Valadares. A PL 7/2020, que autoriza o executivo municipal contrair um empréstimo no valor de 10 milhões, com o Banco do Brasil. De acordo com o município, o objetivo do projeto é investir na reestruturação das vias, mas, o projeto dividiu opiniões e virou uma grande serie com longos episódios, que chegou ao fim na tarde de ontem (12) ou não. Será que vai ficar as consequências? 

EP 1: Tudo começou, ainda no ano de 2019, quando pela primeira vez o projeto entrou em pauta em uma reunião extraordinária, que foi encerrada por falta de quórum. 

EP 2: Em 5 de julho, o projeto retornou ao plenário, e aí, rolou aquele empate 10x10, o Presidente da Câmara, votou contra e arquivou o projeto. Lembrem – se dessa parte, ela mudou. 

EP 3:  Em dezembro, o grupo dos 10 vereadores resolveram mudar a estratégia, e apresentaram um projeto com o mesmo teor, que não seguiu adiante, pois uma vereadora de oposição, impetrou um mandado de segurança, com a justificativa que os vereadores não podem legislar em matéria orçamentaria. Encerramos aqui, a primeira temporada da nossa série. 

EP 1 – 2º T: Onze de maio, o ano? 2020! Ano de eleições! E o projeto voltou para o plenário e em primeira votação foi aprovado. Ah, mais empatou novamente, e lembram do voto do presidente no EP 1 na primeira temporada? Mudou e dessa vez, ele desempatou, votando a favor da aprovação do projeto. Então a série acabou? Não! Essa foi a primeira votação, e daí pra frente, virou um grande palanque para pré-candidatos a vereadores e prefeito que desejam pleitear um mandato em 2021. 

EP 2 – 2º Temporada: Estamos em tempos difíceis, uma pandemia causada por um vírus chamado Covid 19, e as organizações de saúde mundial, dentre várias medidas para evitar a proliferação do vírus, pediu que a população fique em casa, e não se aglomerem. Pronto! Resumida a situação, vamos ao que interessa.

EP 3 – 2º Temporada: No dia 12 de maio, um grupo de vários candidatos se reuniram e fizeram uma manifestação, isso mesmo, uma manifestação na porta da Prefeitura, ( que foi organizada em um grupo de WhatsApp) segundo eles com objetivo de barra a aprovação do projeto em segunda votação. Sabe o mais, bizarro? Colocaram caixões, isso mesmo, caixões, na frente do órgão, atitude que assustou pessoas que pelo local passavam, além de ser recebido pelos profissionais da saúde e famílias de vitimas do vírus, (ah esqueci de falar, o vírus mata e em GV, já matou 5) como uma falta de respeito a dor e a luta de todos em prol da vida. Enquanto rolava a manifestação, ou podemos chamar também de aglomeração, a votação seguia a todo vapor no plenário da câmara, essa já era a segunda e última, era o famoso ou vai o racha, e aí? 

EP 4 – 2º Temporada: Rachou! Um vereador do grupo dos 10 a favor, rachou, rachou o grupo, votando contra. E o projeto não passou, novamente foi arquivado, e dessa vez por definitivo, afinal não tem tempo hábil para a PL retornar ao plenário. 

Acabou a série? Não, temos o quinto e último episódio que vem para deixar alguns questionamentos para você que acompanhou até aqui. 

EP 5 – 2° Temporada: Empréstimo não foi aprovado? Quem perde, e quem ganha? Qual interesse da turma que fez a manifestação? Eles queriam realmente defender o povo, ou queriam aproveitar a situação para ludibriar e conquistar o voto? O executivo disse, que com o empréstimo iriam calçar ruas, e melhorar a infraestrutura de alguns bairros, e aí? Não vão fazer mais? Quem mora nesses locais não vão ter ruas calçadas? Tem o plano B? 

O vereador que votou contra, rompeu com o grupo que apoiou ele desde o início? Não suportou a pressão popular, ou ficou com medo de perder votos? Sabe o que tudo isso prova? Que todo mundo pensa em si próprio, não estão gritando a favor, do povo, mas sim, a favor dos seus projetos e suas escolhas. E com isso tudo? O povo ficou sem a rua calçada, ou torcendo para que tenha o plano B. 

Continua.....

"O Cascudo"

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários